A suprema excelência do amor

Ainda que falasse a língua dos homens e dos anjos e não tivesse amor,seria como o metal que soa ou como sino que tine. Ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda minha fortuna para o sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.O amor é sofredor,é benigno,o amor não é invejoso,não trata com leviandade,não se ensoberbece,não se porta com indecência, não busca os seus interesses , não se irrita,não suspeita mal; não folga com a injustiça,mas folga com verdade;tudo sofre,tudo crê,tudo espera,tudo suporta.O amor nunca falha,agora pois, permanecem a fé,a esperança e o amor,mas o maior destas é o amor.
1 Coríntios 13

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Dor que não cala

Dor que não cala
Lágrima incontida por vezes repetida
Por conta da razão
Razão do ser do querer e sonhar
Faz-se a expectativa
Pouco a pouco traduzida
No dia a dia nos gestos e no olhar
Ainda se é novo no vigor da juventude
Cai mas levanta-se outra vez e outra vez
E o tempo vai passando.......
Parece mais pesado já não tão fácil
Cair e levantar
Aí vem o cansaço por mais que não queira
Persiste em acompanhar
Aí se segue e se vai
Cada um vivendo e lutando
Pelos seus próprios ais......
Pelo seu próprio querer e sonhar




4 comentários:

  1. hihih obrigada nega l........................bjs

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAaaaaaaaa Mile fala alguma coisa vai.......Gosto de te ouvir falar!! bj

    ResponderExcluir